domingo, 26 de abril de 2015

Motociclista morre após colidir com carro próximo a São João da Ponte

(G1) Um homem de 27 anos morreu em um acidente envolvendo um carro e uma moto na madrugada deste sábado (25) no quilômetro 80 da MGC - 202 próximo a São João da Ponte, Norte de Minas.
De acordo com relatos do passageiro do carro, um motociclista trafegava em zig zag na pista e colidiu com o saveiro que seguia no sentido São João da Ponte/Japonvar. Na tentativa de evitar a colisão, o carro bateu em um barranco à margem esquerda da rodovia. O motorista e o passageiro sofreram lesões leves. O motociclista não resistiu aos ferimentos e morreu no local.
Após consulta no sistema da Polícia Militar, foi constatado que o condutor da motocicleta não tinha carteira de habilitação.
 Os ocupantes do saveiro foram encaminhados para o hospital de São João da Ponte pelo Samu. O corpo do mobilista foi levado para a funerária da cidade e a moto removida ao pátio em Januária.

Em Porteirinha criminosos levam dinheiro de idosos que era guardado debaixo de colchão

Dois assaltantes invadiram a residência de um casal de idosos de 77 e 78 anos e levaram R$18.400 na  fazenda Rio Pequeno, zona rural de Porteirinha. O dinheiro estava guardado debaixo de um colchão.
Segundo a Polícia Militar os idosos foram mantidos sob a mira de uma arma de fogo por um dos assaltantes enquanto outro vasculhou a casa e encontrou o dinheiro.
O casal disse para policia que o dinheiro era resultado da venda de alguns animais criados da propriedade.
A polícia faz rastreamentos na região mas os criminosos ainda não foram localizados.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Em Jaíba mulher de 21 anos é assassinada com cinco tiros

Uma mulher foi assassinada com cinco tiros na madrugada deste domingo (26) em Jaíba. Segundo a Polícia Militar, testemunhas encontraram o corpo na Estrada da Linha 1 e acionaram a polícia.
Ainda segundo a PM, o corpo da vítima foi identificado como sendo de uma mulher, de 21 anos, que possui passagens por envolvimento com o tráfico de drogas na cidade. A perícia da Polícia Civil identificou que a mulher foi atingida por cinco tiros; três na cabeça, dois na boca e um na axila.
A Polícia ainda não tem pistas de quem cometeu o crime.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Homem é preso após golpear irmão com uma foice em Coração de Jesus

(G1) Um homem de 25 anos foi preso na manhã deste domingo (26) após agredir o irmão dele, de 31 anos, com golpes de foice em Coração de Jesus, no Norte de Minas. Segundo a Polícia Militar, os dois se desentenderam e iniciaram uma briga no Bairro Santa Tereza.
Ainda segundo a PM, ao chegarem no local da briga, os militares encontraram a vítima caída e com cortes na cabeça, pernas e braços. O Samu socorreu e encaminhou a vítima ao hospital Municipal de Coração de Jesus.
Durante rastreamento, os policiais encontraram o autor em um bar, no Centro da cidade. Ele foi preso e encaminhado à delegacia de Montes Claros.

Acidente na BR-135 deixa três pessoas feridas em Joaquim Felício

Três pessoas ficaram feridas em um acidente na manhã deste domingo (26) na BR-135, em Joaquim Felício, no Norte de Minas. Segundo as primeiras informações da Polícia Rodoviária Federal, a batida foi no km 470 da rodovia.
Ainda segundo a PRF, três carros de passeio e uma carreta se envolveram na batida. A pista ficou parcialmente interditada. O Samu também foi ao local para prestar socorro às vítimas. Elas foram encaminhadas com ferimentos leves para um hospital de Bocaiúva.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Montes Claros: Organizadores de evento de MMA são presos por estelionato

Lutadores e prestadores de serviço foram à delegacia
afirmando serem vítimas dos organizadores.
(G1) Os dois organizadores do evento de MMA Fire Cage foram presos na madrugada deste domingo (26) suspeitos de estelionato em Montes Claros, Norte de Minas. Segundo a Polícia Militar, os dois são acusados de não pagarem os valores combinados aos lutadores e prestadores de serviço do evento.
Ainda segundo a PM, a confusão começou logo após o término do evento, quando os responsáveis informaram que não teriam como arcar com as despesas. Testemunhas relataram que os organizadores foram ameaçados ainda dentro do ginásio Poliesportivo, mas foram retirados do local por policiais militares.
Os dois foram presos e encaminhados à delegacia de Plantão para prestar depoimento. Várias pessoas compareceram ao local alegando serem vítimas dos organizadores. Até o início da tarde algumas vítimas ainda aguardavam para depor sobre o assunto.
Os advogados dos dois presos não foram encontrados para falar sobre o assunto.

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Janaúba: Moradores dos bairros São Lucas e Clarita convocam prefeito e pedem cumprimento de promessas

Na última sexta-feira (17) na cidade de Janaúba, lideranças dos bairros São Lucas e Clarita se reuniram na Escola Municipal Madre Cândida de Jesus para cobrarem da atual administração as promessas feitas à comunidade, e que até o momento não foram cumpridas. Um dos exemplos é o cascalhamento das ruas, já que durante o período de chuvas as ruas ficam intransitáveis. Com as presenças do prefeito municipal de Janaúba Yuji Yamada, secretários de saúde Gilson Urbano e obras Domingos Pereira (Duzinho), e dos vereadores Adauri Cordeiro e Tarcísio Mendes, a comunidade teve a oportunidade de expor suas demandas e necessidades durante toda a reunião. A população também foi enfática ao mencionar o problema do bairro Clarita, entregue recentemente com mais de 400 casas, já que o bairro recém-inaugurado tem usado a estrutura já defasada do São Lucas. Segundo moradores, o número de exames patológicos foi reduzido de 300 para 100, a máquina de esterilização do consultório do dentista está quebrada, falta medicamentos básicos, o mosquito transmissor da dengue tem se proliferado por conta do acumulo de lixo e isso tem aumentado o número de casos da doença no bairro, e a unidade básica de saúde (UBS) tem funcionado de forma precária. Durante as cobranças, secretários e prefeito tiveram oportunidade para justificar as falhas e pediram mais tempo para fazerem as melhorias necessárias. Um verdadeiro desabafo de um povo que se sente esquecido e excluído, tendo em vista que o bairro há muito vive com índices elevados de pobreza e violência. O vice-presidente da associação do bairro São Lucas, Luiz Filho e a diretora da Escola palco da reunião, Rosângela Barbosa, afirmaram que estarão firmes nas cobranças das novas promessas feitas pela administração, para que sejam cumpridas e as comunidades do São Lucas e Clarita tenham seus serviços ampliados e melhorados, já que segundo os moradores o bairro Clarita foi simplesmente "deixado" ao lado de outro bairro com pouca estrutura e jogado a sua própria sorte. Tal alegação é confirmada quando crianças do residencial Clarita são obrigadas a saírem de suas casas para terem acesso à educação nas escolas do centro, muitas vezes a pé ou de bicicleta, tendo que atravessar uma perigosa rodovia, a MG-401 que liga Janaúba a Jaíba, sendo ultrapassadas por carretas e caminhões, colocando as suas vidas em risco, tudo por conta da falta de vagas na escola local que não estava preparada para receber esses novos alunos, um verdadeiro desastre no planejamento e responsabilidade do poder público. No fechamento da reunião o prefeito Yuji Yamada sem saber o que poderia dizer diante de tantos problemas, finalizou o seu discurso já desgastado, contando uma das suas fábulas japonesas, vivida por ele na sua infância, tentando assim acalmar os ânimos da população exaltada com tanto descaso, afirmando que os recursos não tem sido suficientes para atender a demanda de toda a cidade, e por isso alguns setores da administração tem tido problemas. Resta-nos saber se alguma promessa feita sairá da ficção e se tornará realidade, uma vez que os dois bairros pedem urgência na realização das promessas.

Falta recurso ou falta gestão?
Segundo o Portal da Transparência, a cidade de Janaúba recebeu do Governo Federal de janeiro de 2015 até abril R$ 16.429.963.39, desse total mais de R$ 5 milhões foram para atendimento a saúde da população para procedimento em média e alta complexidade. Nesses valores não estão inclusas as arrecadações internas do município, que já ultrapassaram neste ano o montante de R$ 4 milhões. Um verdadeiro "pecado" dizer que falta recurso, o que tem faltado é uma gestão mais eficiente. Podemos afirmar isso baseado nas falhas da atual administração, podemos citar alguns exemplos, como: Atraso no repasse a PREVIJAN em mais de 5 meses, recursos sendo devolvidos por falta de CND, atrasos no pagamento de fornecedores, obras mal feitas e inacabadas, entre outras falhas já mostradas pela nossa reportagem.



Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Grupo Brasnica doa terreno para construção da Apac de Janaúba

JANAÚBA - O Grupo Brasnica Frutas Tropicais, através do empresário e prefeito de Janaúba, Yuji Yamada doa terreno para a construção da sede da Associação de Proteção aos Presos Condenados-Apac em Janaúba. 
O terreno está localizado no distrito de Vila Nova dos Poções, e conta com uma área de quatro hectares. A doação demonstra que o prefeito Yuji é sensível ao método Apac, uma forma mais humanizada na recuperação de pessoas presas por prática de atos criminosos.  
A confirmação da doação do terreno, destinada ao importante projeto que conta com o apoio da sociedade civil organizada local foi feita pelo próprio prefeito, durante Audiência Pública sobre o Método Apac(Associação de Proteção e Assistência aos Presos Condenados) da comarca de Janaúba na noite da última quinta-feira, 16 de abril, no Centro Cultural do Sindicato Rural. 
A audiência foi um momento apropriado à exposição e debate sobre a metodologia da Apac, que tem como finalidade a recuperação e reinserção social dos condenados a penas privativas de liberdade, cujo método de trabalho baseia-se na valorização humana. Isso significa, em uma perspectiva mais ampla, a proteção da sociedade e a promoção da justiça, segundo os organizadores do evento.
A referida audiência é uma promoção da direção do Foro da comarca de Janaúba, do Programa Novos Rumos do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais, lideranças e comunidade local.
De acordo com a organização do evento, o Programa Novos Rumos, vinculado à Presidência do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, acompanha as medidas aplicadas às pessoas em conflito com a lei, e tem como uma de suas iniciativas propagar e consolidar a metodologia apaquiana em todas as comarcas mineiras, como alternativa ao sistema comum das prisões do Estado. 
A audiência objetiva sensibilizar e mobilizar todos os segmentos organizados da sociedade de Janaúba, com a finalidade de implantar a Apac nesta comunidade, compartilhando com os interessados, autoridades, lideranças e comunidade, as experiências bem sucedidas das Apacs já em funcionamento.
Prestigiado por um expressivo público, a citada audiência superou as expectativas dos organizadores, e deixou o centro cultural repleto.
Várias autoridades estiveram presentes no local,como a diretora do Foro da Comarca de Janaúba e juíza da 2ª Vara Cível, Criminal e de Execuções Penais, Solange Procópio Xavier, que na oportunidade agradeceu a presença do público, especialmente ao prefeito Yuji Yamada, pela doação do terreno para a construção da Apac. Também prestigiaram a iniciativa, outros magistrados, chefe do Cartório Eleitoral de Janaúba e professora da Favag, Marcos Paulo, prefeito de Nova Porteirinha, Raul Alves da Rocha, Cynara Silde Veloso – representante da Favag, Leonardo Francisco de Souza, representante da Apac em Janaúba, Dênio Pinheiro de Carvalho - Tabelião do 2° Ofício de Notas e também professor da Favag, promotores de justiça, Bruno Oliveira Muller, Vanessa Diniz, presidente da OAB Janaúba, Janer Ruas, a coordenadora da Defensoria Pública de Janaúba, Claudijane Santos Gomes, além dos colegas defensores, João Helton Barbosa e Gustavo Dayrell, advogados, professores e acadêmicos do curso de Direito da Favag, o padre Henrique Alves, da Igreja Matriz Sagrado Coração de Jesus, pastores, representantes da maçonaria, Rotary Clube Janaúba, Polícia Militar,vereadores, entre outros presentes. 
Durante o evento, o juiz de direito, Juarez Morais de Azevedo, da comarca de Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte, fez uma belíssima exposição acerca do modelo de prisão Apac, já em funcionamento em seu município, destacando seus benefícios no processo de recuperação dos condenados. 
Outro palestrante presente ao evento foi o desembargador do Tribunal de Justiça de Minas, Jarbas de Carvalho Ladeira Filho - coordenador do Programa Novos Rumos. Na oportunidade, ele abordou o tema sobre o papel do TJMG no trabalho com as Apacs no estado de Minas Gerais. O desembargador parabenizou a sociedade civil organizada janaubense pelo trabalho de implantação do método Apac no município. Para Jarbas de Carvalho, a Apac é uma alternativa importante que apenas em parte substitui o modelo tradicional de prisão que não consegue recuperar o preso, já que o sistema é falho. Completando o raciocínio, o desembargador disse que no sistema Apac a pessoa presa é preparada para reintegração à sociedade. 
A promotora de Justiça, Vanessa do Carmo Diniz, comemorou o sucesso da audiência e afirmou que a esperança se renovou, e a Apac de Janaúba pode se realidade. Para a promotora socializar o ser humano preso, gastando bem menos é o óbvio. Enalteceu o empenho unânime dos segmentos sociais janaubenses envolvidos no projeto como ficou demonstrado no evento. 
O prefeito Yuji Yamada, também presente ao evento reconheceu a importância da audiência pública como o início do processo de implantação da Apac no município. O prefeito deixou claro a todos a sua alegria e satisfação em doar o terreno para a construção da sede Apac. Ele entende que é necessário educar o cidadão preso para que ele possa sair melhor da prisão, e se reintegrar à sociedade. A doação foi realizada pelo Grupo Brasnica, de propriedade do prefeito. 
O presidente da Câmara Municipal de Janaúba, vereador Sérgio Coelho, destacou a iniciativa e também se colocou à disposição da Apac, através do legislativo, e como cidadão e político. 

Fonte: (Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Janaúba-MG).

Janaúba: Estado garante normalizar repasse de recurso ao Viva Vida nos próximos dias

JANAÚBA - Após restringir e priorizar o atendimento do Centro de Saúde Integrado Viva Vida de Janaúba à população local, por falta de repasse do governo estadual de Minas (gestão que antecedeu a do Governo Pimentel) o Estado,através da Secretaria Estadual garante que nos próximos dias essa situação deverá se normalizar. Com isso, o Viva Vida que hoje oferta apenas 50% de sua agenda de atendimento aos usuários de Janaúba e demais municípios da região da Serra Geral, espera retomar os serviços oferecidos em sua totalidade, tão logo o dinheiro seja depositado na conta da Secretaria de Saúde janaubense. 
De acordo com Catheryne Tolentino, Diretora de Regulação Assistencial, da Secretaria Municipal de Saúde de Janaúba, o repasse de duas parcelas em atraso, que juntas somam o valor de R$ 177.400,00, deve ocorrer em breve. Segundo ela, a informação é do secretário Municipal de Saúde, o sanitarista, Gilson Urbano, que em março passado, participou de reunião com o secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Fausto Pereira dos Santos, em Belo Horizonte. 
Na ocasião, o secretário Urbano, levou ao secretário Fausto, informações relevantes acercada Região de Saúde de Janaúba, que engloba o total de 16 municípios, somando uma população estimada em 300 mil habitantes. 
O Centro Viva Vida de Janaúba é referência para toda a região da Serra Geral e oferta atendimentos de pré-natal a gestante de alto risco, e através do Hiperdia, assiste pacientes hipertensos e diabéticos, também de alto risco. Também oferta atendimentos nas áreas de cardiologia, ginecologia, pediatria, urologia, diferentes exames, entre outros. 

Fonte: (Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Janaúba-MG). 

Mulher morre e quatro ficam feridos em acidente na MGT-135, em Mirabela

(G1) Um mulher morreu e quatro pessoas ficaram feridas em um acidente no fim da tarde desta sexta-feira (24) na MGT-135, próximo à cidade de Mirabela, no Norte de Minas.
Segundo as primeiras informações, o acidente foi entre um carro e um ônibus. Testemunhas disseram que o carro seguia sentido Mirabela e o ônibus sentido Montes Claros. O motorista do carro teria tentado uma ultrapassagem, mas tentou voltar, e acabou batendo de raspão em um outro veículo que seguia logo atrás. O carro rodou na pista e bateu de frente com o ônibus, que estava no sentido contrário.
Os quatro feridos foram encaminhados em estado grave para o hospital, entre eles, uma menina de 10 anos. A mãe da criança ficou presa às ferragens e morreu no local.

ASSINADA A ESCRITURA DO TERRENO PARA CONSTRUÇÃO DE HOSPITAL DO CÂNCER DA SANTA CASA EM JANAÚBA

A Prefeitura de Janaúba e a Santa Casa de Montes Claros realizaram no dia 23 de abril, na sede da Administração Municipal, solenidade para assinatura da Escritura definitiva de Doação de Terreno doado pelo próprio município, destinado à construção de um Hospital da Santa Casa.
O terreno, localizado no Parque Industrial Clarita, tem área de 15.060.70 m2 e será utilizado para a instalação de uma unidade de tratamento do câncer em Janaúba, visando atender à demanda crescente por atendimentos oncológicos na região.
Com esse passo, abre-se uma nova perspectiva para a descentralização de serviços especializados no combate ao câncer. Para tanto, a Santa Casa buscará parcerias, públicas e privadas, no sentido de atrair recursos com o objetivo de concretizar esta expectativa em um projeto viável e real no menor tempo possível.
Estiveram presentes na solenidade de assinatura, o Prefeito Municipal de Janaúba, Yuji Yamada, o Superintendente da Santa Casa, Maurício Sérgio Sousa e Silva, o Diretor de Negócios, Hugo Soares, empresários do Grupo Clarita e representantes da Administração Municipal.

Atuação
A Santa Casa de Montes Claros, preocupada com o aumento da incidência de câncer no Brasil, considerada uma epidemia, cujas estimativas do INCA – Instituto Nacional do Câncer apontam para 500 mil novos casos no ano de 2015, será responsável pelo empreendimento em parceria com a Administração Municipal de Janaúba.
A Santa Casa de Montes Claros, em seu trabalho e atuação para preservar vidas, consolida-se no Norte de Minas, Vale do Jequitinhonha e Sul da Bahia, como a principal referência em tratamento do câncer, e oferece assistência humanizada a pacientes em tratamento e familiares, com alto nível profissional e recursos tecnológicos na prevenção e tratamento da doença, que, a cada dia, afeta a vida e interfere no cotidiano de mais pessoas. No ano de 2014, a Santa Casa realizou cerca de 6 mil consultas oncológicas, mais de 12 mil sessões de quimioterapia, incluindo SUS e convênios, além de 52 mil procedimentos de radioterapia.
De acordo com o Superintendente da Santa Casa, Maurício Sérgio Sousa e Silva, o maior hospital do Norte de Minas, referência em atendimentos de alta complexidade na região, tem despertado o interesse de outros municípios, no sentido de firmar parcerias para atuação em prol da saúde regional.
“Essa parceria com a Prefeitura de Janaúba, visando instalar uma unidade de tratamento do câncer, doença responsável pelo maior número de mortes na atualidade, vai ampliar os horizontes da Santa Casa a nível regional, possibilitando unir esforços e concretizar esse empreendimento, que visa ampliar a capacidade de atendimento aos pacientes oncológicos, praticando a prevenção, favorecendo o diagnóstico precoce, o sucesso do tratamento e a cura do câncer. Para isso, vamos aliar nosso conhecimento e a nossa experiência de gestão para salvar mais pessoas e contribuir com a melhoria da qualidade de vida da nossa população”, conclui.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Janaúba: Justiça decreta prisão preventiva para investigados em fraudes no DPVAT

(G1) O juiz da Comarca de Janaúba (MG), Ériton José Sant'ana Magalhães, deferiu a conversão da prisão temporária em preventiva para 12 presos investigados na  operação “Tempo de Despertar”, deflagrada no dia 13 deste mês, e que apura fraudes no seguro DPVAT.  Entre as pessoas que continuam detidas há dois investigadores da Polícia Civil, quatro empresários, quatro advogados, um médico e um diretor de um hospital.
Segundo o Ministério Público e a Polícia Federal, apenas no Norte de Minas os prejuízos com as fraudes chegam a R$ 28 milhões em um ano, no Brasil o rombo pode alcançar R$ 1 bilhão.
Inicialmente, os juízes de Janaúba e Montes Claros (MG) determinaram a prisão de 41 pessoas. A ordem judicial era de cinco dias, com possível prorrogação pelo mesmo período, mas apenas o magistrado de Janaúba autorizou a extensão do prazo. A partir disso, Ériton Magalhães determinou também que os 12 envolvidos fossem presos preventivamente.
O magistrado de Montes Claros, Fausto Geraldo Ferreira Filho não autorizou a prorrogação da prisão temporária por acreditar que o prazo inicial, de cinco dias, foi suficiente para o recolhimento de provas, um dos objetivos deste tipo de reclusão. Com isso, os investigados que respondiam ao processo na Comarca de Montes Claros foram liberados.
Como parte dos presos eram alvo de investigações nos dois municípios, enquanto o magistrado de Montes Claros autorizou que sete dos oito advogados pudessem ficar recolhidos em casa, o de Janaúba determinou que somente quatro poderiam ser beneficiados pela prisão domiciliar.

Investigação
As investigações apontaram um prejuízo de mais de R$ 1 bilhão em todo país. Entre os envolvidos estão empresários, profissionais de saúde, policiais civis e militares e advogados. Membros da Seguradora Líder, administradora do seguro, também participam do esquema, segundo o MP e a PF.

Em Janaúba, suspeito de assaltar supermercado é preso

Em Janaúba (MG), uma homem de 24 anos foi preso nesta quinta-feira (23), suspeito de participar de um roubo a um supermercado na Vila Isaías Pereira.
Segundo as informações das vítimas, um assaltante chegou armado e de capacete no local, que fica na Rua Madre Piedade. Ele fugiu junto com um comparsa, que o aguardava em um carro em uma rua lateral, levando R$ 2.300 que um funcionário de uma distribuidora de bebidas tinha acabado de receber.
Ainda de acordo com a PM, o carro foi encontrado na rua Bom Jesus, no bairro Boa Vista. No automóvel foram encontrados R$ 1.532. O motorista foi preso. O comparsa dele ainda não foi encontrado. O suspeito foi levado para a delegacia, junto com o dinheiro recuperado.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Criminosos explodem caixas de dois bancos em Capitão Enéas

Estrutura do banco ficou danificada após explosão 
(G1) A polícia procura pelos assaltantes que explodiram caixas eletrônicos do Banco do Brasil e do Sicoob, em Capitão Enéas (MG), na madrugada desta quinta-feira (23). Os criminosos conseguiram levar dinheiro, mas a quantia não foi divulgada.
As primeiras informações da Polícia Militar são de que pelo menos seis pessoas chegaram em três carros, explodiram os equipamentos, atiraram várias vezes e fugiram. A estrutura das agências ficou danificada com a explosão.

Pai Pedro: Após cometer assalto, homem é preso ao registrar BO de furto

Um suspeito de assaltar um posto de combustíveis, em Pai Pedro (MG), foi preso após procurar pela Polícia Militar horas depois do crime, para registrar um boletim de ocorrência sobre o roubo da moto dele. Segundo a PM, o veículo foi utilizado por ele e pelo comparsa para fugir.
A prisão aconteceu depois que os militares receberam informações com as características do suspeito e da motocicleta usada no assalto. Quando o homem foi até o quartel para registrar o BO, o comparsa dele já estava preso e a PM já tinha conseguido recuperar os R$ 200 levados do estabelecimento comercial e a moto.
Os frentistas contaram que foram abordados por dois homens, que estavam armados com uma faca. Eles anunciaram o assalto, roubaram o dinheiro e fugiram. Os dois foram encaminhados para a delegacia em Janaúba (MG).


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

DESCASO: SERVIDORES DO PELC ESTÃO REVOLTADOS COM PREFEITURA DE JANAÚBA QUANTO AO PAGAMENTO SALARIAL

Indignação e constrangimentos. Essas têm sido as características pelas quais os servidores do Programa de Esporte e Lazer da Cidade (Pelc) têm enfrentados diante do descaso da Prefeitura de Janaúba com relação ao pagamento salarial. Segundo eles, o dinheiro está na conta, mas há uma inércia referente à liberação do pagamento. Esse fato foi debatido na reunião ordinária da Câmara de Vereadores de Janaúba realizada, excepcionalmente, na noite de ontem, quarta-feira, dia 22. Normalmente a reunião ocorre toda segunda-feira a partir das18h.
Desde o início da tarde de ontem, quarta-feira, 22, os prestadores de serviços pelo Pelc se “alojaram” na prefeitura a espera de uma imediata solução por parte da Secretaria Municipal de Administração. Caso não haja o rápido pagamento desses funcionários é previsto novo manifesto nesta quinta-feira, dia 23, inclusive com a adesão de vereadores.
Na reunião ordinária dessa quarta-feira, os vereadores Carlos Isaildon Mendes e Adauri Soares Cordeiro lamentaram o episódio e explicaram que os profissionais do Pelc não podem ser prejudicados diante da morosidade por parte do setor administrativo da prefeitura. “Um profissional do Pelc relatou que está preste em ser despejado da casa em decorrência do atraso no pagamento do aluguel”, disse o vereador Adauri Cordeiro ao completar que sem o recebimento do salário o prestador de serviço fica impossibilitado de honrar os seus compromissos.
O líder do prefeito na Câmara, vereador Paulo Roberto de Oliveira, o Pauleca, também lamentou a situação e disse que vai se reunir com o prefeito Yuji Yamada no sentido de que haja o comprometimento, por parte da sua equipe de governo, quanto à celeridade com relação ao pagamento salarial dos funcionários, principalmente os do Pelc que vêm sendo sacrificados.
O vereador Pauleca cita ainda que é inadmissível a demora do setor administrativo com relação à autorização do pagamento salarial, uma vez que, a pedido do prefeito, a Câmara Municipal aprovou recentemente o crédito especial para a quitação salarial dos servidores do Pelc, diante da não inclusão, por parte da própria prefeitura, desse programa no orçamento da prefeitura para este ano. (Fonte: Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Janaúba)

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Adolescente é atingido por vários tiros em Várzea da Palma

Um menor de 16 anos foi baleado, na noite desta terça-feira (21), no Bairro Jardim Itália, em Várzea da Palma (MG).
Testemunhas informaram à PM que um homem parou em um carro preto ao lado da vítima e efetuou quinze disparos. Ele foi atingido por dois tiros nas pernas, um no ombro e outro tiro de raspão na cabeça. O adolescente foi socorrido e encaminhado ao hospital.
De acordo com a Polícia Militar, a vítima tinha passagens por assalto e roubo. Até o momento ninguém foi preso.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Falta de verba interrompe transporte escolar em pelo menos 30 municípios de Minas Gerais

Transporte escolar em várias cidades mineiras
está ameaçado em função de dificuldades financeiras
(Hoje em Dia) A manutenção do transporte escolar em cidades do interior de Minas, sobretudo no Norte do Estado, está ameaçada por falta de recursos. Pelo menos 16 cidades da região já suspenderam o serviço, dentre elas Porteirinha, Buritizeiro, Jaíba e Lassance. Outros 14 municípios devem seguir o mesmo caminho se o dinheiro que o governo estadual deve repassar não chegar até 1º de maio.
O presidente da Associação dos Municípios do Médio São Francisco (Ammesf), Denilson Rodrigues Silveira (PCdoB), prefeito de Francisco Sá, diz que, tradicionalmente, o Estado paga a primeira parcela do convênio com os municípios para manutenção do transporte escolar em maio.
Este ano, no entanto, o governo se comprometeu a adiantar para abril, em função das dificuldades financeiras enfrentadas pelas prefeituras, mas ainda não liberou o recurso. “Em maio já chega atrasado, porque as aulas começam em fevereiro. O certo seria repassar o dinheiro em janeiro. Mas essa não é uma situação de agora”, afirma Silveira.
Representantes da Ammesf e da Associação da Área Mineira da Sudene (Amams) tiveram uma reunião, na semana passada, com dirigentes da secretaria de Estado da Educação. No encontro ficou definido que a primeira parcela seria paga aos municípios até o fim deste mês. “Se comprometeram (o governo) a passar até 30 de abril, mas sem correção, o mesmo valor do ano passado. O dinheiro já é insuficiente, e depois de outubro tivemos quatro aumentos nos combustíveis, o que onerou mais ainda”, ressalta o presidente da Ammesf.

Agravante
A atual situação econômica do país também agrava a situação. “A retração da indústria gera impacto na formação do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), que é constituído com a arrecadação do IPI e Imposto de Renda”, destaca documento assinado pelos 30 prefeitos da região entregue ao governo de Minas. O FPM, repassado pelo governo federal, é uma das principais fontes de investimento para os municípios menores.
De acordo com a Secretaria de Educação, o repasse não chegou no início do ano aos municípios por conta da demora na aprovação do Orçamento de Minas.
O governo afirma que o valor total para custos com transporte pode ser repassado em parcela única aos municípios que recebem até R$ 100 mil, em duas parcelas iguais para os municípios que recebem entre R$ 100 mil e R$ 300 mil, e em até três parcelas para os municípios que recebem acima de R$ 300 mil.
Segundo o secretário executivo da Amams, Luiz Lobo, o dinheiro do Estado cobre, em média, 45% dos gastos das prefeituras com o transporte escolar, sendo que cerca de 70% dos alunos transportados são da rede estadual. “O dinheiro, quando chega ao município, não pode ser remanejado para os gastos que já teve, os recursos não podem retroagir”, explica.

Longas distâncias e estradas ruins encarecem serviço no Norte
As dificuldades para manutenção do transporte escolar não se restringem às cidades do Norte de Minas. Segundo o novo presidente da Associação Mineira de Municípios (AMM), Antônio Júlio, prefeito de Pará de Minas, a situação é comum em várias regiões do Estado. “Ainda não tenho um levantamento completo de quantos municípios suspenderam o transporte escolar para a rede estadual, mas as cidades estão sem recursos”, afirma.
Entretanto, os municípios do Norte do Estado pedem um tratamento diferenciado, que leve em consideração peculiaridades da região que tornam o serviço ainda mais caro. “O critério para distribuição do recurso contempla o número de alunos, mas não considera a dimensão territorial e a situação das estradas dos municípios. Temos cidades com enorme extensão, como Buritizeiro, com grandes rotas, e isso não o diferencia dos demais”, ressalta o prefeito de Patis, Vinícius Versiani de Paula (PMDB).
Ele ainda lembra custos adicionais com o transporte na região mais pobre de Minas. “Aqui, muitas estradas vicinais são de terra, os custos da manutenção, o gasto maior com combustível, tudo isso torna o quilômetro rodado mais caro. O governo se prontificou a estudar caso a caso, mas acreditamos que, neste primeiro ano, não será possível essa revisão”, diz.
Em nota, a Secretaria de Estado da Educação informou que os critérios de cálculo para distribuição dos recursos serão discutidos em reuniões regionalizadas e, a partir do segundo semestre, as prefeituras poderão receber aditivos.
Ainda segundo o texto, aspectos específicos do Norte de Minas estão sendo levados em consideração. A Secretaria comprometeu-se também a verificar outras possibilidades jurídicas para a transferência dos valores, já que através de convênios os municípios não podem fazer pagamentos de contas retroativas.

Prefeitos se reúnem nesta quarta-feira em busca de soluções
Prefeitos do Norte de Minas se reúnem nesta quarta-feira na sede da Associação Mineira de Municípios, em Montes Claros, para avaliar as medidas a serem tomadas com relação às dificuldades com o transporte escolar.
O presidente da entidade, Denilson Silveira, vai propor aos prefeitos que no período de 6 a 8 de agosto, quando ocorre o Encontro Mineiro dos Municípios, as prefeituras fechem as portas e mantenham apenas os serviços essenciais, com forma de fazer um alerta ao governo.
No início de dezembro do ano passado, conforme noticiou o Hoje em Dia, os gestores da região fizeram um protesto em frente à Superintendência Estadual de Ensino de Montes Claros contra o atraso nos repasses para o transporte escolar. Na ocasião, os prefeitos reclamavam que o recurso não chegava há cerca de três meses.
O prefeito de Porteirinha, Silveira Batista Santos (PSB), acredita que o governo falha no planejamento da questão. “Vamos parar esta semana (com o serviço) por conta do não pagamento. Sem o repasse, não conseguimos transportar alunos de escolas estaduais. Nós (prefeitos) estamos numa situação muito difícil, estamos perdidos, a secretaria não nos dá uma posição concreta do que será feito. O governo deveria ter se planejado antes, e não a esta altura do campeonato”, reclama.
Em Montes Claros, palco dos protestos, a situação é diferenciada. Segundo o prefeito da cidade, Ruy Muniz (PRB), desde 2013 o município não arca mais com o transporte escolar da rede estadual. “Hoje, o governo repassa o valor direto para as escolas, por meio do caixa escolar”, detalha.
“A AMM vai discutir, junto com as microrregionais, qual deve ser a melhor forma de resolver o problema. A situação realmente está difícil, não só no Norte de Minas”

Antônio Júlio (PMDB)
presidente da ASSOCIAÇÃO MINEIRA DE MUNICÍPIOS e prefeito de PARÁ DE MINAS

“O problema é a má gestão do dinheiro repassado pelo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) para o Estado”
RUY MUNIZ (PRB)
PREFEITO DE MONTES CLAROS

“Entendemos que há uma transição de governo e situação econômica ruim. Mas queremos que todos assumam seus papéis, para que o prefeito não fique tão desmoralizado diante da população”
Vinícius Versiani (PMDB)
prefeito de Patis

“Quando resolvemos separar os pagamentos, indiquei aos outros prefeitos que fizessem o mesmo. Além de o Estado pagar muito menos do que deveria, atrasava”
Ruy Muniz (PRB)
prefeito de Montes Claros 

Janaúba: Escola Dalva dos Anjos suspende aulas após invasão de cobras

Uma das cobras foi encontrada na sala do maternal
As aulas da escola municipal Dalva dos Anjos em Janaúba, foram suspensas por tempo indeterminado após uma invasão de cobras. Ao todo, 10 animais foram encontrados no local.
Segundo o zelador da instituição, todos os bichos foram encontrados em um mês. Uma das cobras estava em uma sala do maternal. No momento, cerca de 20 alunos, de três a quatro anos, estavam no local e, quando viram o animal, saíram correndo. Em seguida, a diretora decidiu cancelar as aulas.
A escola municipal tem 200 alunos em dois turnos e o prédio foi inaugurado há quatro anos. A rua onde fica localizada é de terra, ao lado de um lote com lixo acumulado. A diretora informou por telefone que pediu a pavimentação do pátio para evitar matagal no local.
A mãe de uma aluna, Juliana Lançance, está assustada com a invasão.
— Como enfermeira e mãe eu sei quais as consequências de uma picada de cobra. Para um adulto já é fatal, imagina para uma criança.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: R7

segunda-feira, 20 de abril de 2015

STJ mantém ex-prefeito Maurílio Arruda, de Januária/MG, em prisão preventiva domiciliar

(Por Fábio Oliva) A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) rejeitou recurso em habeas corpus apresentado pelo advogado Maurílio Néris de Andrade Arruda (PTC), ex-prefeito de Januária/MG, que responde a acusação de crimes contra a administração pública e está em prisão preventiva domiciliar.
O ex-prefeito, o então secretário municipal de Educação e um sócio de empresa vencedora de licitação são investigados por suposto envolvimento em 19 crimes. Além do delito de formação de quadrilha, a acusação cita oito fraudes à licitação e dez crimes de responsabilidade, os quais teriam causado prejuízo de cerca de R$ 580 mil à fazenda pública.
Maurílio Arruda foi preso em setembro de 2013. Depois disso, o secretário de Desenvolvimento Social do município em sua gestão, que é testemunha no processo, teria passado a receber telefonemas intimidadores do ex-prefeito, os quais supostamente objetivavam influenciar seu depoimento.
No STJ, a defesa do ex-prefeito questionou a necessidade da prisão preventiva e alegou que não foram atendidos os requisitos para a medida. Disse ainda tratar-se de réu primário, com residência fixa, bons antecedentes e trabalho lícito.

Segregação justificada
O desembargador convocado Leopoldo de Arruda Raposo, relator do recurso, entendeu que a prisão preventiva está “devidamente justificada para a garantia da ordem pública em razão da gravidade concreta do delito”.
A conveniência da instrução criminal também foi fator decisivo para a manutenção da custódia cautelar devido à intimidação de testemunha e ao fato de Maurílio Arruda, apesar de não ser mais prefeito de Januária, ocupar cargo de influência política na região – o de procurador do município de Claro dos Poções.
Por fim, o relator explicou que as alegadas condições subjetivas favoráveis do réu não impedem a prisão cautelar quando presentes os requisitos legais para sua decretação.